Eu sou o mensageiro - Markus Zusak

Em certo ponto da vida alguns de nós começamos a acreditar que somos meros expectadores do tempo, que não fazemos parte da humanidade que e destinada a um grandioso futuro e é nesse momento que começamos a aceitar que somos mediócres e assim permanecemos.Taxista, Patético jogador de cartas, um desastre no amor, esse é Ed Kenedy que com 19 anos não encontrava futuro em sua vida.
Mas em um momento ,quando impede sem querer um assalto ao banco sua vida se depara com um desafio.


Quando li o livro , eu tinha exatamente a mesma idade de Ed , estava perdida nas questões comuns da idade como carreira e futuro. Ao ler o livro eu senti cada emoção de Ed, porque naquele momento eu me sentia mediócre também.Ao chegar na ultima pagina eu posso dizer com todas as letras que eu não vi mas o mundo da mesma forma.
Markus Zusak novamente sendo genial.

SINOPSE:Seu emprego: taxista. Sua filiação: um pai morto pela birita e uma mãe amarga, ranzinza. Sua companhia constante: um cachorro fedorento e um punhado de amigos fracassados.
Sua missão: algo de muito importante, com o potencial de mudar algumas vidas. Por quê? Determinado por quem? Isso nem ele sabe.
Markus Zusak, autor do best seller 'A Menina que Roubava Livros', nos fornece essas respostas bem aos poucos neste incomum romance de suspense, escrito antes do seu maior sucesso. O que se sabe é que Ed, um dia, teve a coragem de impedir uma assalto a banco. E que, um pouco depois disso, começou a receber cartas anônimas. O conteúdo: invariavelmente, uma carta de baralho, um ou mais endereços e...só.

You Might Also Like

1 comentários

  1. Com certeza nessa idade ficamos bastante confusos sobre qual profissão seguir e outros . Muito legal saber que tem livros assim que nos ajuda a ver o mundo de outro jeito .

    ( venha conhecer o Jornal ÁK e ficar por dentro das notícias do cotidiano )
    http://jornalak.blogspot.com/2015/11/bullying.html

    ResponderExcluir